• Colégio Evolução

  • Colegio Evolução

  • LABORATÓRIO MAURÍLIO DE ALMEIDA

  • PÁTIO SHOPPING ALTIPLANO

  • Mundo das Tintas

  • Colégio Meta

Abelardo News


SAO BRAZ

SAO BRAZ


Agradecimento

BERNARDINA FREIRE (Vice-reitora UFPB) -  "Parabéns Abelardo pelo texto (publicado ontem no CORREIO) que muito bem me representa. Em sua maioria, somos professores por opção, porque acreditamos na educação como meio transformador do social, do histórico, do econômico, enfim... Acreditamos que nosso papel está para além da decodificação do signo, mas na formação cidadã. Atualmente, as agressões a professores vão além da sala de aula. Somos, primeiramente agredidos pela escolha profissional que fizemos, quase uma opção de vida, um sacerdócio. Somos agredidos quando o aluno não se sai bem na escola, ah, a culpa do professor. Se o corrigimos somos ameaçados literalmente, e quando não agredidos verbal e fisicamente. Tive um colega do Centro de Ciências Sociais Aplicadas que teve seu rosto machucado pelo companheiro de uma aluna, por ele ter dito que o trabalho precisa ser revisto. O medo foi tão forte que ele deixou nosso estado e voltou para o de origem. A UFPB perdeu. A Paraíba perdeu, a sociedade perdeu o grande pesquisador que apenas estava cumprindo seu dever no magistério. Quando as agressões não partem dos alunos, partem também dos colegas, quando você é na visão de alguns “por demasiadamente dedicado”. Somos desrespeitados pública, física, e, na maioria das vezes, veladamente. E, na minha concepção de Professora por opção, desejo que alimentei desde a infância, digo isso porque aos 11 anos de idade me tornei auxiliar de ensino do antigo Jardim de infância. Como disse Abelardo, é preciso dar um basta nesse desrespeito, e me permita dizer, não parte apenas dos que não querem nada na sala de aula, mas também dos que não compreendem o verdadeiro papel da educação.
GRATIDÃO, palavra-chave para dizer a você hoje."

Continue lendo
ALIANCE


Imperdível

A Autoclub Honda está com excelente promoção para compra do Honda Civic Geração 10, um dos melhores carros já fabricados no País. Sem falar no design arrojado e futurista que o coloca também no topo da avaliação dos automóveis mais bonitos entre os modelos de sua categoria. A coluna, que conhece de perto o desempenho do carro, recomenda.

Continue lendo
SAO BRAZ


Pioneirismo

Aos 88 anos, o professor José Enoch, fundador da primeira academia de dança clássica e moderna de João Pessoa, continua em atividade mantendo o seu Ballet Studio, responsável por centenas de alunas que iniciaram com ele a prática dessa atividade tão saudável e importante na formação física e intelectual da juventude. Foi lá que surgiram os grupos Contratempo e Sem Censura Cia. de Dança que marcaram a geração dos anos 80 e ainda hoje são referências no setor.

Continue lendo
UNIMED


Compromisso

Pelo menos no aspecto cultural, Areia, com pouco mais de 20 mil habitantes, está bem à frente da Capital paraibana, com quase um milhão de pessoas, segundo dados do IBGE. Tem acendrado compromisso com o seu passado, valoriza os seus vultos históricos, com ênfase para o escritor José Américo de Almeida e para o pintor e jornalista Pedro Américo, e dispõe de um Museu que concentra boa parte de sua história. E os areienses têm mais uma qualidade: orgulham-se muito de sua cidade e lutam pela sua preservação.

Continue lendo
SAO BRAZ


Performance

Aproveitando o feriado de ontem, assisti boa parte da série Narcos, produzida pela Netflix, relatando a vida de Pablo Escobar, o mais poderoso e impiedoso traficante internacional de drogas, responsável pelo clima de terror que se espalhou pela Colômbia e pela morte de milhares de colombianos durante os anos 80. A performance do ator Wagner Moura, no papel de um dos maiores criminosos do século XX, o coloca, no entendimento da coluna, como o maior ator brasileiro da atualidade, ao nível dos grandes astros internacionais do cinema.

Continue lendo
SAO BRAZ


Internacional

Com direito a título em italiano - “L’ incridibile testamento di dom Agapito” - o jornalista e escritor Helder Moura, que durante muito tempo foi colunistra político do CORREIO, lançou o seu livro O Incrível Testamento de Dom Agapito nas cidades de Florença e Bérgamo, na Itália, e, agora, vai fazer o mesmo na cidade do Porto, em Portugal. A obra é um best seller internacional, com as melhores referências da critica e dos leitores.

Continue lendo
MARRIAGE


HARMONIA

Ana Emília e Océlio Cartaxo, nomes de proa na sociedade paraibana, reaparecendo nos salões

Continue lendo
Manaira Shopping Liquidação


Consagração

O cantor paraibano Flávio José foi o grande homenageado do São João na cidade do Senhor do Bonfim, na Bahia, um dos mas concorridos da capital baiana. Em sua homenagem os festejos receberam a denominação de Arraiá Flávio José e na ocasião ele recebeu o título de Cidadão Bonfinense conferido pela Câmara Municipal, sob os aplausos consagradores de uma verdadeira multidão.

Continue lendo
Manaira Shopping Liquidação


O calvário de Roberto Santiago

Muito interessante – e importante - a matéria publicada domingo no Correio da Paraíba questionando as razões e explicando minuciosamente todos os elementos – favoráveis e contrários – que determinaram a prisão preventiva do empresário Roberto Santiago que permanece encarcerado há mais de 90 dias, sem perspectivas próximas de ser libertado, como se fosse uma grave ameaça à sociedade. Uma reportagem muito bem elaborada sobre o episódio, esclarecendo todas as fases do processo, as razões da negativa do seu Habeas Corpus, a discriminação que sofre por ser um homem bem sucedido em seus negócios, e outros elementos estranhos à natureza do tratamento que lhe deveria ser dispensado na condição de réu primário, de bons antecedentes, profissão definida e endereço fixo. A matéria é isenta e não toma partido; não discute as investigações nem se antecipa ao julgamento. Ela apenas traz o caso à lume, discute as suas imperfeições analisa os argumentos da defesa e da acusação e cobra Justiça a quem está cumprindo condenação sem ter sido julgado, sentenciado sem sentença, afastado dos seus negócios e de sua família compulsóriamente, sem saber quanto tempo terá que permanecer na cadeia, numa prisão preventiva que deveria ser necessária, provisória e circunstancial, mas que, na realidade, é um antecipação de pena sem ter prazo para terminar.

Continue lendo

Coluna Abelardo


Abelardo Indica


Parceiros